A idéia do blog

escritora“Tem uma onda vaga dentro de mim que, logo cedo, eu chamei de tristeza. E me mortificou um pouco. Foi me dando prurido ao longo do dia e então, chamei de inquietação. Mas era algo querendo surgir, querendo arder. Agora reconheço: é energia. Do que quero conceber daqui pra frente. E que já me faz feliz”.

 

Tudo começou com esse relato. Ou talvez essa energia toda tenha me trazido coragem para me expor, já que, para mim, não há maior forma de se desabrigar do que em linguagem escrita. Escrevo desde criança, mas guardo o que me satisfaz, mesmo com a insegurança de que um dia pudesse ser lido. É, medo tenho de monte. Rejeição, zombarias, incredulidade. Mas acho que a maior dúvida vinha de mim mesma. E, tentei, então, usar esse medo a meu favor, com o princípio de que desproteger-se e “sair da tal zona de conforto”, é testar-me, conhecer-me e me permitir ser conhecida, por quem tiver interesse.

Logo, cá estou, levando a sério essa brincadeira de escritora. E eis o meu espaço para constantes desafios e quem me conhece mais profundamente, sabe o tamanho desse desafio que estou enfrentando. Mas, para vocês saberem, estou adorando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s