Mortal

lagrimas_imagem

Amanheci mortal,
como se de um instante para outro
tivesse expulsado o sangue dormente
desse corpo que arde,
dessa casa vazia.

Enterrei-me em loucuras
(delírios mortais);
cercada por paredes imensas
que agora comprimem minhas dúvidas
e obstruem meu movimento.

Procurei por desculpas
para dissimular os erros.
Mas encontrei-os posteriormente
no fim da rota
de uma estrada infinda.

Despejei todas as lágrimas
(viajantes silentes)
em vales de tormento,
esperando secar assim
tantos desejos afogados.

Furtei cada esperança
sem dono, sem mitos,
dispersa em corações falecidos,
criando, então, pequeno refúgio
para os amargos dias nublados.

Inventei um nome qualquer
(somente um novo desvio sonoro)
pra esse corpo coberto de insígnias.
Querendo ser incomum,
passei sem ser percebida.

Curvei-me ao pó que se alastra,
sonhando ser mais do que sombra
na vida que eu mesma escolhi.
Cedi, no entanto, aos abismos
ao lutar contra hostis desenganos.

Não vi seus passos prudentes
(que se aproximavam na noite vazia),
distantes, quase sempre efêmeros,
esquecidos em poemas e mistério,
invadidos pelas gotas de chuva.

Suspirei em profunda agonia,
procurando alcançar uma fuga.
Mas só havia doces canções
e um riso fugaz
banhando meu leito de morte.

(Lá se foi o poema. Nem sei se partiu com algum significado, pois depois de tanto tempo, talvez nem haja mais significado. Já não é mais meu, não me representa. Fez de mim o que sou. Talvez seja exagero…talvez o que sou e não quero mais ser ou ainda o que não demonstro, mas serei a vida inteira. Mas não quero guardá-lo como quem esconde sua face, quero descarregá-lo das emoções vivas e deixar que ele prossiga sozinho…excessivamente mortal.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s