Em face de sutis lembranças

Seu rosto foi nuvem,foi o peregrino que cruzou o meu caminho sem dar satisfação.

E mesmo que sorrisse para sempre, não seria isso que eu guardaria (ao menos me lembro do seu sorriso) e sim, a sensação de tê-lo por perto,sorrindo.sorriso

Mas se seu rosto for mesmo nuvem, sua forma já se esvaiu, enquanto os tolos ainda procuram no céu resquícios de uma doce visão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s