Inverno

"O inverno cobre minha cabeça, mas uma eterna primavera vive em meu coração." (Victor Hugo)

“O inverno cobre minha cabeça, mas uma eterna primavera vive em meu coração.”
(Victor Hugo)

Sala vazia:
um oculto desejo viajando calado
por entre corpos e soluços
que aguardam sua hora

Hora perdida:
palavras jogadas em rostos que não compreendem,
não vêem a solidão,
não sentem o caos.
E seguem mesmo sem querer entender.

Sol que se apaga,
apesar da canção que insiste em nascer.
Amores suicidas encontrados em becos:
somente contrastes
num inverno sem luz.