Duetos: Não me calo

silhouettes-1243746_960_720

Criei esse espaço “Duetos” para deixar eclodir a vontade de conhecer o outro, de desafiar-me a novas formas de escrita e para me aproximar daqueles que cultivam as palavras como companhia predileta, sejam escritores, devaneadores ou parceiros na vida que gostem de traduzir em verbos suas sensações.

O resultado está me trazendo um contentamento místico e a certeza de que escrever é o que quero fazer para o resto da vida.

A parceria de hoje é com o querido Cláudio El-Jabel, ou Kambami,  do blog UNOBTAINIUM, uma pessoa absurdamente expressiva, que se define como um “observador nato desde minha aparição”.

A fra94d6b43371c004dc3ccad9484d797457se de sua vida é “Quode natura date, Nemo negare potere (O que a natureza nos dá, não podemos negar)”.

Bom, o Cláudio aceitou esse desafio junto comigo e passamos semanas a descobrir que ponto abordar. Queríamos criar um diálogo da mente consigo mesma, em suas contradições e contestações, como alguém que instiga a si mesmo e reflete sobre suas dicotomias. Eis que surge um texto dele chamado “Ego” que era tudo que precisávamos desenvolver. E o resultado segue abaixo, cuspido (foi escrito muito rápido) e acho que, mesmo distantes, conseguimos nos misturar e fazer parte, os dois, da mesma consciência.

Cláudio, agradeço a você a disponibilidade e a firmeza em entrar nessa comigo. Segue o texto abaixo, convido a todos a uma leitura com a alma, puxem suas cadeiras e sentem-se. Continuar lendo