Daquilo que eu não sei

book-840647_960_720

“Só não lavei as mãos
E é por isso que eu me sinto
Cada vez mais limpo!”

(Ivan Lins)

Não aprendi a ser princesa, pois nem vestido garboso eu tinha, muito menos sabia caminhar com sapatos graciosos. E, mesmo com as bochechas exageradamente rosadas e os lábios afogueados com a maquiagem furtada, minha fantasia era distante. Não era em castelos que desejava viver, pois ainda não cogitava sair da escuridão.

Não soube jamais lidar com a Continuar lendo